Paralisia do Sono

By on 23 de fevereiro de 2019

Rio de Janeiro – Volta Redonda

Quinta-feira, junho de 2016 ás 03:00 AM.

Eu tinha acabado de acordar, peguei o celular para ver a hora e o coloquei no banquinho ao meu lado. Não tenho o costume de dormir com a luz acesa, estava tudo muito escuro, e neste momento, senti a presença de algo em meu quarto. Alguém estava me observando. Com medo e tentando criar coragem para levantar, fiquei parada olhando o teto com as minhas mãos entrelaçadas e repousadas sobre o peito, quando bruscamente elas foram levadas para cima da minha cabeça, como se estivessem sendo amarradas, havia uma pressão no meu corpo, parecia que uma pessoa estava em cima de mim e senti queimações na minha barriga, parecia até que estavam me esfaqueando.

Era tão real, pensei que fosse meu pai ali.

– Pai, por favor, pare com isso!

Eu pensei que tivera falado algo, gritava e gritava, mas minha voz não saía! Em meio aquele desespero, fechei os meus olhos e orei pedindo socorro à Deus. E após alguns segundos, parei de sentir as dores e a pressão em cima de mim. Notei que estava ofegante, respirei fundo para me acalmar, deitei-me de lado na cama e agradeci a Deus por ter me livrado das mãos daquele demônio.

Comentários

Comentários



Gostou? Então Compartilhe o conhecimento :)