O circo

gaby_1

Por em 24 de dezembro de 2018

Em algumas cidades, ou pelo menos na minha, circos são os únicos meios de diversão já que não temos lugares para sair ou passear, quando os circos chegam a cidade as pessoas se animam para ir, compram os ingressos cedo para curtir tudo a noite. Durante um tempo estávamos acostumados a ver os mesmos palhaços, as mesmas brincadeiras, piadas e os mesmos risos, mas desta vez o circo estava diferente, estava estranho e assustador.

As cores vibrantes das barracas estavam secas e cinzentas, parecia que a morte tinha acabado de passar por ali, como de costume comprei o ingresso e esperei a noite cair. Batendo o sino da igreja já era possível ouvir as crianças brincando e rindo lá dentro, entrei com o ingresso e o entreguei a um homem misterioso que ficava na porta. Era tudo muito estranho para mim que costumava ver circos coloridos e divertidos, entrando na grande barraca eu apenas vi as arquibancadas vazias, mas de onde vinham os risos que se ouvia lá de fora? Era frio, assustador… Acho que assustador ainda era pouco para aquilo, tinha a sensação de que estava sendo observado mas não havia nada e nem ninguém além de mim lá.

– Você veio meu garoto! Estávamos esperando por você William.

Uma voz grossa estava falando em um tom engraçado, olhei ao meu redor a procura de alguém mas eu não o achava, estava ficando com medo.

Aumente seu conhecimento! Leia:  Como detectar uma entidade em sua casa

– Quem é você? Como sabe meu nome? Eu não te vejo.

– Não precisa me ver- respondeu- se divirta com meus palhaços, eles são seus novos amigos.

Eu soltei uma gargalhada, me deu uma vontade de rir sem ao menos ver graça naquilo, o medo estava apenas aumentando e de qualquer forma eu sabia que algo de ruim iria acontecer ali. Três homens pequenos começaram a vir em minha direção, eles riam e brincavam mas o que achei inconveniente era que cada um deles carregava algo cortante em suas mãos, percebi também que eles estavam cobertos de sangue, minhas risadas eram cada vez mais altas e minha garganta já doía, era horrível, eles pularam em mim e começaram a me cortar, eles pareciam fortes mas não eram e os objetos que deveriam me perfurar e me fazer sangrar nada faziam, o medo parecia que diminuia a cada minuto e o que me restava era a raiva, levantei em um passo rápido e tudo escureceu, eu só conseguia ver aqueles palhaços desgraçados, eu ria bastante, estava começando a ficar divertido.

– ISSO! Se deixe levar pela raiva criança, eles querem te machucar, amigos fazem isso não é?- A voz voltou a me perturbar

– Sim, amigos machucam e merecem morrer.

Derrubei um deles e com a sua própria faca cortei sua garganta, era incrível a sensação de sentir o sangue jorrar em meu rosto, ele estava morto e então faltavam os outros dois, eles pareciam querer correr mas eu não deixaria, peguei um deles pelo pescoço e o levantei no alto, ele esperniava e quanto mais ele gritava mais forte apertava seu pescoço, o esfaquei uma vez, seu sangue era tão vermelho! O esfaquei várias vezes e não sentia nenhum remorso, o outro? Ele não escapou, joguei a faca contra ele que pegou em suas costas, ele caiu no chão e fui até ele, o mesmo não duraria muito tempo então apenas o deixei agonizar no chão, eu parecia sair de um transe nesse momento. As risadas se tornavam mais altas, mas não eram minhas, as minhas cessaram e eu me sentia estranho agora.

Aumente seu conhecimento! Leia:  Quarto

– Agora, olhe a sua plateia Willian, você é o palhaço agora, eles riram e gostaram de você.

Eu me virei, todos aplaudiam e riam de mim, olhando para os lados vi os palhaços mortos e ao olhar para mim mesmo que eu percebi o que teria feito, estava todo ensanguentado e já era tarde.

– Agora você é o meu palhaço, ria junto com eles, William!

Eles gostaram de mim e agora eu sou completamente o próximo amigo morto deles.

Related Post

Comentários

Comentários



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Gostou? Então Compartilhe o conhecimento :)

  • Facebook
    Facebook
  • YouTube
    YouTube
  • Instagram
  • Pinterest
  • Google+
    Google+
    http://www.cladoterror.com/2018/12/24/o-circo">
  • Follow by Email
  • Twitter